O que é o sistema nervoso?

 

Um sistema é um conjunto de órgãos e estruturas que têm uma função em comum. Visto assim, o sistema nervoso é o conjunto de órgãos que têm em comum a função de integrar e regular rapidamente o funcionamento do corpo, permitindo não só que o indivíduo atue como um conjunto, mas também de maneira ajustada ao ambiente, à sua história de vida e às suas projeções para o futuro.

O sistema nervoso é capaz de fazer isso devido à estrutura de seus órgãos e tecidos, compostos por células capazes de detectar variações de energia, transformá-las em sinais químicos e elétricos e transmiti-los rapidamente a outras partes do próprio sistema nervoso e do corpo. Por sua rapidez e flexibilidade o sistema nervoso difere de outro sistema integrador do organismo: o sistema endócrino, de ação também global, porém lenta (da ordem de minutos, horas ou dias).

Uma das funções do sistema nervoso de fato é permitir aos animais a detecção de estímulos e a organização de respostas coordenadas do organismo a eles, como dizem os livros-texto. Mas um sistema nervoso complexo o suficiente faz muito mais do que apenas isso (detectar estímulos e produzir respostas a eles, afinal, é coisa que até uma bactéria faz): um ser que fizesse apenas isso estaria condenado a viver somente no presente.

Ao contrário, o sistema nervoso complexo o suficiente (como o nosso, mas também de animais como ratos e camundongos, e até de insetos) dota o indivíduo de passado e futuro, ao torná-lo capaz de aprender novas associações; de lembrar dessas associações, e também de seus efeitos sobre o corpo; e de usar essas informações para fazer projeções para o futuro. Desse modo, mesmo as respostas ao presente levam em consideração as experências passadas e o que se antecipa para o futuro - racional e emocionalmente.